Inter empata com o Athletico-PR e vê distância na liderança diminuir para dois pontos no Brasileirão

Compartilhe

O Inter de Edenílson não conseguiu bater a meta do Athletico-PR (Foto: Divulgação/Internacional)

Colorado mantém liderança e faz confronto direto contra o Rubro-Negro daqui a três rodadas. Furacão estaciona na 10ª posição

Athletico-PR e Internacional entraram em campo nesta-quinta, pelo Brasileirão, com objetivos diferentes. De qualquer forma, o empate em 0 a 0 não agradou a nenhum dos lados pensando. Enquanto o líder Inter chegou aos 66 pontos, caindo para dois a diferença ao Flamengo, o Furacão deixou de subir duas posições e fica em 10° com 46 pontos.

O time da casa assumiu com bastante propriedade sua condição de mandante e parecia saber exatamente onde conseguiria incomodar de maneira aguda seu adversário: investindo nos lances pelos lados do campo onde os laterais iam “acuando” a defesa do Colorado e criando situações onde a bola passava perigosamente nos arredores da meta de Marcelo Lomba. Nesse contexto, a chance mais clara apareceu quando Léo Citaddini aproveitou corte parcial da zaga do Inter e soltou a bomba que explodiu no travessão.

REAÇÃO COLORADA

Justamente depois de quando tomou o seu maior susto, a movimentação tanto na recomposição como também na armação de jogadas passou a ser mais notória do lado gaúcho. Através dessa consistência, saiu dos pés de Rodinei duas boas oportunidades em batida de média distância além de falta defendida muito bem por Santos. Yuri Alberto chegou a balançar as redes quase na marca do pênalti, porém a arbitragem pegou impedimento de Moisés, que deu a assistência.

CONTORNOS DE TENSÃO

A capacidade de envolver o oponente mostrada na etapa inicial tanto quando Athletico como quando Inter demonstraram superioridade no confronto nos primeiros 45 minutos não foi notada com o mesmo ímpeto na etapa complementar. Com o componente de nervos fazendo diferença na partida, quem pareceu menos comprometido nesse sentido era o Furacão onde, apesar de não ser absolutamente insinuante, era mais presente no ataque. Entretanto, o marcador terminou do mesmo jeito que começou.

INTERNACIONAL: Abel Braga valoriza desempenho da equipe apesar das dificuldades em empate contra o Athletico: “Não era o resultado que eu queria, mas gostei do meu time”

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO x INTERNACIONAL – 34ª RODADA DO BRASILEIRÃO

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data e horário: 04/02/2021, às 21h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (CBF-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (FIFA-MG) e Celso Luiz da Silva (CBF-MG)
Gramado: Bom
Cartões amarelos: Thiago Heleno, Cittadini, Richard (CAP) / Moisés (INT)

GOLS:

ATHLETICO (Técnico: Paulo Autuori)

Santos; Jonathan (Zé Ivaldo, aos 44’/2°T), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner Vinícius; Richard, Léo Cittadini (Renato Kayzer, aos 26’/2°T), Fernando Canesin (Christian, aos 32’/2°T), Jadson (Reinaldo, aos 32’/2°T) e Nikão; Carlos Eduardo (Vitinho, aos 26’/2°T).

INTERNACIONAL (Técnico: Abel Braga)

​Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso (Zé Gabriel, aos 42’/2°T), Edenilson, Praxedes (Johnny, aos 22’/2°T), Marcos Guilherme (Peglow, aos 22’/2°T) e Patrick (Caio, aos 38’/2°T); Yuri Alberto (Abel Hernández, aos 43’/2°T).

Fonte: Lance