Em posto de saúde, homem é agredido a socos por não usar máscara

Compartilhe

Um homem de 39 anos procurou a delegacia de polícia de Campo Grande, nesta quinta-feira (4) depois de ser agredido a socos por um desconhecido no posto de saúde do bairro Residencial Parque Azaléia. A agressão seria pela falta do uso da máscara contra o coronavírus.

Na delegacia, ele disse que tinha ido ao posto de saúde junto d sua esposa quando teve uma discussão com a gerente da unidade por que ele não estava usando máscara. O homem afirmou que tentou explicar que tinha um atestado médico onde o dispensava do uso da máscara já que ele tinha alergia. Ainda de acordo com o registro policial, quando saiu da unidade foi agredido com socos no rosto.

O agressor seria um desconhecido que estava em um Volkswagen Bora. A vítima ainda contou que o agressor estava com uma algema nas mãos e quando resolveu chamar a polícia, ele sumiu.

Coronavírus

Campo Grande tem 1.316 mortes pelo novo coronavírus desde o início da pandemia segundo boletim epidemiológico da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) divulgado na noite desta quinta-feira (4).

Ao todo, ainda segundo a Sesau, são 1.316 mortes causadas pelo coronavírus na Capital desde o início da pandemia, com 69.447 casos confirmados. Destes, 359 estão em isolamento domiciliar, 210 em internação e 67.562 já se recuperaram da doença. Dos internados, 109 estão em leitos clínicos e 101 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva).

Fonte: Midiamax