Documento da empresa de Moro prova que triplex era da OAS, não de Lula

Compartilhe

© Reuters

O documento de 2017 foi elaborado pela Alvarez & Marsal, que agora contratou Moro

Na tarde desta quarta-feira (2), o jornalista Reinaldo Azevedo revelou a informação de que a consultoria estadunidense Alvarez & Marsal, que contratou o ex-juiz Sergio Moro recentemente, possui um documento no qual comprova a propriedade do tríplex do Guarujá, alvo da Lava Jato em 2017.

 Segundo dados nos documentos divulgados, há informações sobre o imóvel no litoral paulista e confirma que o mesmo era da construtora OAS, não do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como afirmou a Justiça brasileira em processos.

Notícias ao Minuto

O documento de 2017 foi elaborado pela Alvarez & Marsal, que agora contratou Moro]© Reprodução

“Em uma petição enviada ao então juiz Sérgio Moro no dia 19 de abril de 2017, a defesa de Lula exibia dois documentos demonstrando que o tal tríplex de Guarujá não pertencia ao ex-presidente. Era, na verdade, propriedade da OAS. E quem é que listava o imóvel como patrimônio da empreiteira? Ninguém menos do que a Alvarez & Marsal, empresa de que Moro agora é sócio honrado e acima de qualquer suspeita. Isso está devidamente documentado”, relatou Reinaldo Azevedo.

Fonte: Noticias ao Minuto