Botafogo perde para o Atlético-MG, aumenta crise e segue na zona de rebaixamento

Compartilhe

Brasileiro Championship – Atletico Mineiro v Botafogo Foto: WASHINGTON ALVES / REUTERS

É doído dizer, mas pouco surpreende a derrota do Botafogo por 2 a 1 para o Atlético-MG ontem. Na verdade, foi um exemplo de como o caos esportivo tem atrapalhado o Alvinegro atualmente. No Mineirão, vimos um jogo de duas visões diferentes de futebol: uma equipe forte e na briga pelo título contra outra que sequer sabia o que fazer com a bola e sufocada na zona de rebaixamento. Poderia ter sido uma goleada.

Os números mostram isso. No primeiro tempo, o Botafogo teve apenas uma finalização ao gol — e não chegou nem perto de levar perigo. Já o Atlético-MG abriu o placar com Savarino, aproveitando bom cruzamento e erro de marcação de Victor Luis, mas poderia ter ido para o intervalo com uma vantagem muito maior. Não dá para dizer que o Alvinegro foi facilmente batido porque sequer chegou a tentar competir.

Foi de outra bola aérea que Eduardo Sasha marcou o segundo aproveitando a falha de Marcelo Benevenuto — que até diminuiu minutos depois. Mas nem mesmo o gol ajudou a esboçar qualquer tipo de reação. Keno ainda perderia um pênalti para o Atlético-MG.

Mais do que problemas táticos ou técnicos, a sensação é que o Botafogo está em uma contagem regressiva. Uma corrida contra o tempo para evitar a queda à Série B, vista no abatimento dos jogadores e no desespero a cada erro. Foram dois gols sofridos, mas pouco importa se fosse cinco ou seis . Afinal, a chance de vitória sequer esteve próxima do Alvinegro.

A posição na tabela de classificação reflete o péssimo momento: com o resultado, segue na penúltima colocação com 20 pontos e pode ver a distância para o primeiro fora do Z4 aumentar. A reação precisa vir logo.

Fonte: Extra.globo