Steve Bannon, ex-estrategista de Trump e próximo à família Bolsonaro, é preso por fraude

Compartilhe

Steve Bannon foi estrategista de Donald Trump na campanha de 2016 (Foto: REUTERS/James Lawler Duggan)

O ex-estrategista da campanha de Donald Trump, Steve Bannon, foi preso por fraude em Nova York. As denúncias dizem respeito à uma campanha de financiamento coletivo para construir um muro entre Estados Unidos e México.

No Brasil, Steve Bannon ficou conhecido por ter contato próximo com a família Bolsonaro. Além de Bannon ter declarado apoio a Jair Bolsonaro (sem partido) na eleição de 2018, ele manteve relações com Eduardo Bolsonaro. Os dois se encontraram e Eduardo postou uma foto com Bannon nas redes sociais.

Os dois se encontraram novamente em Nova York no ano passado, quando Bolsonaro foi à cidade para a Assembleia Geral da ONU.

A campanha “We Build the Wall” (nós construímos o muro) recebeu doações de milhares de pessoas pela internet.

Segundo a rede de televisão norte-americana NBC, a acusação é de que o ex-estrategista de Trump teria recebido um milhão de dólares e usado parte do valor para cobrir despesas pessoais. Além de Bannon, outras três pessoas estão envolvidas no crime.

Fonte: Yahoo