Exames apontam que 20 profissionais de hospital em MS estão infectados pelo coronavírus

Compartilhe

Hospital atende Dourados e mais 33 municípios da região. (Foto: Arquivo).

Há denúncias de que no Hospital da Vida, unidade de referência para Dourados e mais 33 cidades da região, alguns  pacientes têm contatos com casos confirmados de coronavírus.

Após testagem em massa, o Hospital da Vida, em Dourados, maior cidade do interior e que lidera ranking de casos confirmados de coronavírus no Mato Grosso do Sul, com 1.421 pessoas infectadas, detectou vinte profissionais com a doença. Os exames foram coletados na última segunda-feira (15), entre médicos, enfermeiros e técnicos.

Além desses novos casos que tiveram testagem positiva na unidade hospitalar, que é administrada pela Funsaud (Fundação de Saúde de Dourados), outros vinte profissionais já estariam afastados de suas funções com suspeitas de também estarem com a doença.

Fontes ouvidas pela reportagem revelam que a situação vivenciada pela maioria dos servidores do hospital é de medo, sobrecarga de trabalho e revolta, por estarem desempenhando funções de risco, sob constante pressão e ameaça.

Na unidade hospitalar também há denúncias de que os servidores, principalmente enfermeiros e técnicos, estão trabalhando com EPIs (Equipamento de Segurança Individual). As máscaras, por exemplo, além de qualidade inferior, não são recomendadas para o tipo de função que desempenham.

“Eles não querem que ninguém abra a boca, mas verdade é o hospital está correndo risco de contaminação geral. É uma situação que chega a ser revoltante”, disse uma dessas fontes. Além disso, há denúncias de pacientes que chegam com um tipo de diagnóstico e acabam sendo contaminadas pelo coronavírus dentro do próprio hospital.

A reportagem também apurou que uma dessas pacientes, que está internada na área amarela em decorrência de um acidente de trânsito, não tinha o coronavírus e acabou pegando de um caso que havia sido diagnosticado com a doença.

Há também denúncias que um outro paciente, que também sofreu acidente, acabou sendo colocado em uma área vermelha em que um enfermeiro que trabalha no setor testou positivo para a Covid-19 e está em isolamento.

A secretária municipal de Saúde de Dourados, Berenice Machado de Souza foi procurada pela reportagem para falar a respeito das denúncias e dos procedimentos que serão adotados em relação ao Hospital da Vida, mas até o momento não se manifestou.

Fonte: Midiamax